Stranger Things: a série que está reunindo gerações

03/08/2016 14h24

Com referências de ET e outros clássicos, a nova série da Netflix gera discussões sobre até que ponto a plataforma faz uso de big data para considerar suas produções. Assim que foi lançada pela Netflix, em julho, a série Stranger Things alcançou a uma geração cuja infância se deu nas décadas de 1980 e 1990. As referências de clássicos como ET e Conta Comigo, a mistura de Alien com Carrie, Contatos Imediatos do Terceiro Grau com Evil Dead e Goonies com Poltergeist logo chamou a atenção dos fãs. Olhares mais atentos, no entanto, levantaram uma questão: seria a Stranger Things obra dos algoritmos da Netflix considerando que a empresa teria mapeado a audiência desses clássicos e chegado a uma receita em comum?

Independentemente da resposta, a série se tornou a mais popular do IMDb, ultrapassando, inclusive, Game of Thrones. Fonte: Meio Mensagem

 

 

Foto: Divulgação/ Meio Mensagem