Fonte, um caso de amor e ódio

09/06/2015 17h26

Os designers da nossa agência e com certeza de várias outras tem algumas fontes “queridinhas”, quando o assunto é fazer algum material com texto.
Não adianta, sempre tem aquela fonte que você vai achar o máximo naquele material, mas no fundo você sabe que não pode mais usar, ou por ela se repetir em vários trabalhos ou por não estar mais tão em alta.

Ou ainda, tem aquela lista das fontes que todo mundo odeia, mas ele, o cliente, AMA. Esse é o pesadelo de todo diretor de arte que desenha a fonte, faz várias mudanças e o cliente manda: tenta com Times, quem sabe, Comic Sans.

Mas não adianta, com amor e ódio, nós não vivemos sem elas, nossas queridas, amadas – ou odiadas, fontes.

Fonte: http://www.boredpanda.com/
Foto: Divulgação/ Boredpanda